CDI: Exemplificação e ensinamento sobre!

Spread the love

Como a taxa afeta os investimentos?
A taxa CDI representa basicamente o custo do dinheiro para os bancos.

Por isso, é utilizado pelo mercado financeiro como referência para aplicações de renda fixa.

Nesse sentido, essa taxa afeta investimentos como CDB, LCI, LCA e LC.

Aqui estão alguns exemplos de uso de um CDI de 3% ao ano:

CDB dá 120% do CDI: Neste caso o cálculo será 1,20 x 3% = CDB trará 3,60% ao ano.
O CDB trará 100% do CDI: o CDB trará exatamente 3% ao ano.
Assim, para calcular a rentabilidade de um CDB com taxa flutuante, sempre multiplique o percentual oferecido pela taxa.

 

Qual é a diferença com o CBD?
A principal diferença é que o público tem acesso ao investimento.

No caso dos CDIs, trata-se apenas de empréstimos entre bancos, com o objetivo de equilibrar as diferenças entre saques e depósitos em um dia para atender a exigência do Banco Central.

Já nos CDBs, ou seja, certificados de depósito bancário, os bancos emitem títulos para captar recursos de clientes e utilizá-los em suas operações bancárias, como empréstimos, financiamentos, etc.

 

Por que o CDI está relacionado ao Selic?
A taxa do CDI está atrelada à taxa Selic porque os bancos podem tomar empréstimos entre si ou com o Banco Central, que cobrará a taxa Selic por um período determinado.

Assim, como o objetivo não é criar distorção entre taxas ou benefícios para nenhuma instituição, a taxa CDI é igual à taxa Selic.

Portanto, quando há um reajuste da Selic, o CDI também é modificado.

Isso significa que o custo do dinheiro é ajustado, o que também afeta seus investimentos de renda fixa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.